• Fabio Duarte

O aniversário de casamento – ou “Esse vinho não tem erro, mas tem!”


Brunello di Montalcino
Brunello di Montalcino

Por Fabio Duarte

Uma história muito recorrente aqui nas nossas aulas do curso de introdução ao mundo dos vinhos é quando nosso professor recebeu uma ligação mais ou menos assim, identificados como P de Professor e A de Aluno:

P: Alô!

A: Alô Professor preciso de uma indicação de um super vinho!

P: Claro, qual ocasião?

A: Vou comemorar 20 anos de casado com minha esposa, estou preparando uma viagem bacana, quero um super vinho pro nosso jantar. O que sugere?

P: Ah entendi. Cara, a melhor indicação é o Brunello di Montalcino. Esse vinho não tem erro.

A: Legal! Qual faixa de valor eu encontro?

P: A partir de R$400,00 a garrafa. Mas tem de mais de mil reais.

E o herói de nossa história comprou uma garrafa de R$600,00 para a super ocasião.

Dias depois nosso Professor encontra a esposa do Aluno por acaso num mercado. A conversa segue assim:

P: Oi tudo bem?

E: Professor meu marido que te matar!

P: Uai mas por que?

E: Aquele vinho é horrível! Nem conseguimos tomar a garrafa toda!

P: Não é possível! Não acredito nisso. Alguma coisa deve ter acontecido de errado. Me conta um pouco do que fizeram.

E: Então, abrimos a garrafa, colocamos no decanter e esperando o jantar...

P: Qual jantar? – interrompendo a esposa

E: Jamón serrano...

P: Ah mas é claro! Uma comida espanhola com um vinho italiano não vai dar certo. Essa comida matou o vinho.

Voltando...

Brunello di Montalcino é a denominação de vinhos feitos na região da Toscana com a uva Sangiovese Grosso, uma variação da Sangiovese. Junto aos Barolos e Amarones, são vinhos ícones da Itália. Passam pelo menos dois anos em barricas de carvalho e 4 meses em garrafa antes de serem vendidos. Os vinhos italianos harmonizam perfeitamente com sua culinária regional. A acidez marcante, taninos equilibrados, maciez na medida certa harmonizam com o que? Massas, molho de tomate, pizzas ou, carnes vermelhas magras.

Onde nosso herói da história errou?

O jamón serrano é uma comida tradicional da Espanha, sendo carne da pata traseira do porco. Esse presunto é curado e tem sabor intenso e suave ao mesmo tempo, aroma característico e agradável e gordura marcante. Harmoniza com vinhos da uva Tempranillo (Espanha) muito bem.

A conclusão é que vinhos muito bons e comidas muito boas podem não combinar na mesma refeição. A dica básica é combine comidas típicas de determinados países com vinhos de suas regiões.

E se quiserem comemorar um aniversário de casamento (ou qualquer outra data importante) com um Brunello di Montalcino, a receita é bruschetta de tomate. Harmonização simples e perfeita!

DRINK WINE!

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo